quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Quem entende?

O peito palpita forte e os olhos só encontram uma direção. O organismo não funciona direito, um furacão faz da barriga sua moradia, um sorriso largo é tatuado no rosto, teima em se desfazer com medo de perder o efeito. Confesso que os olhos tem mais brilho que o sol, e esse céu azul que se instala dentro deles.. ninguém descreve. Bestialização? Mais que bestialização, se define como efeito colateral do amor. Ou bestialização, sinônimo pra tal estado...

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Fast-food

Riso plastificado não é feliz
Cabelo pronto não voa com vento
Discurso ensaiado não gera emoção
E resfriado não se pega ao relento

Novela não é vida real
Nome conhecido não garante conforto
Jornal da internet não vai pro cachorro
E sapato apertado deixa o dedo torto

Café de máquina não deixa cheiro
Suco de saquinho não tem sabor
Pintar a casa faz sujeira
E sujeira com arte é cor








Seres humanos?

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Ferreira Gullar

Como dois e dois são quatro sei que a vida vale a pena, embora o pão seja caro e a liberdade pequena.